Análise de Tales of Vesperia


| Introdução

Tales of Vesperia é um jogo desenvolvido pela Namco Tales Studio e distribuído pela Bandai Namco, sendo originalmente lançado para o Xbox 360, publicado no Japão e na América do Norte pela Namco Bandai Games em 2008 e em territórios europeus pela Atari em 2009. No mesmo ano do lançamento europeu, o jogo teve uma versão expandida para o PlayStation 3, que incluía novos cenários e personagens jogáveis, como Flynn Scifo e Patty Fleur, e adicionando quest específicas desses personagens.

Em 11 de janeiro de 2019 recebeu uma versão definitiva para PS4, Xbox One, Nintendo Switch. No game o jogador controla Yuri Lowell, ex-soldado de Zaphias e morador do subúrbio de Zaphias, e seu objetivo inicial é investigar o desaparecimento da blastias responsável por manter o subúrbio protegido.


| História

Vesperia se passa no planeta Terca Lumireis. O povo deste mundo passou depender da blastia, uma tecnologia de civilização antiga com uma ampla gama de utilidades, como fornecer água, abastecer navios ou criar barreiras em torno de grandes cidades para protegê-los de monstros. Os cavaleiros imperiais e membros da guilda também usam a bodhi blastia para aprimorar suas habilidades em combate, pois a humanidade nesse mundo se tornou completamente dependente dessa tecnologia. A blastia, criada por Krityans , semelhantes a elfos , é alimentada por uma substância chamada aer, que confere seu poder à habilidade da blastia, mas pode ser fatal para humanos em grandes concentrações. Além de fatal, ele causa um impacto direto na atmosfera do planeta, fazendo com que criaturas se tornem um tanto mais agressivas, obrigando cada nação a possuir uma blastia responsável por gerar uma barreira entre as cidades impedindo que as criaturas atravessem essas barreiras.

A historia começa quando Yuri e Repede resolvem investigar acerca do desaparecimento da esfera do subúrbio, o que os leva diretamente a área mais rica de Zaphias, aonde a sociedade da alta nobreza vive. Lá, eles conhecem Estellise que pode-se dizer que é uma das personagens mais interessante do game no quesito desenvolvimento interno consigo mesma. O encontro acontece quando Yuri e Repede entram no palácio real e Estellise sofreria uma tentativa de assassinato enquanto procurava Flynn. Ela não o encontra, mas pode-se dizer que ela encontraria aquele que mudaria sua vida e toda a sua maneira de ver o mundo por uma visão mais ampla e ilimitada. Esse encontro marca o começo de uma relação bonita e o desenvolvimento de uma amizade verdadeira entre Estellise e Yuri.

Este ponto marca o começo da trama do game, que possui uma gameplay que pode ir de apenas 40h a 50h de jogo, caso o jogador tenha interesse apenas na historia, ou podendo passar de 100h se decidir fazer as varias sidequest. Vale ressaltar que, caso exista interesse por parte do jogador em realizar esses missões secundarias, é recomendável utilizar a ajuda de um guia, pois as missões possuem prazos a serem finalizadas, e se avançar demais na história pode acabar deixando alguma missão passar. Este jogo não possui um indicador de quest, então é muito fácil você perder um evento ou missão por simplesmente não fazer ideia que naquele momento tinha algo mais a ser feito naquela cidade, área, dungeon.


| Os Personagens

O melhor aspectodo jogo é, sem dúvidas, os personagens e como eles interagem com esse mundo. O grupo original em 2009 era compost por 7 personagens, sendo eles Yuri Lowell, Estellise Sidos Heurassein (ou para os íntimos Estelle), Repede, Rita Mordio, Reven, Judith. Na edição definitiva foram adicionados Flynn Scifo e Patty Fleur à equipe. Cada personagem se desenvolve de uma maneira bastante interessante no aspecto social e psicológico, além possuírem características que os fazem ser muito queridos por quem jogou.

 Yuri Lowell (ユーリ・ローウェル Yuuri Rooueru) Yuri já foi um Cavaleiro Imperial, e viajou um pouco para fora da cidade onde nasceu; no entanto, ele não o fazia tão regularmente quanto Flynn. Eventualmente, sua inveja por Flynn o levou a decidir ver o mundo por si mesmo. Mais tarde, ele se torna parte de uma guilda, organizações que se opõem ao Império. Yuri possui convicções distintas de Flynn, mas em nenhum momento isso faz com que ele veja Flynn como alguém que ele desejasse tirar do caminho, pelo contrário. Na visão particular de Yuri é como se ele, inconscientemente,  desejasse ser como Flynn. Porém, ele não aceita a ideia de esperar pela justiça em um império afundado pela corrupção, o que faz com que ele resolva as suas situações por maneira próprias. Esse fato do comportamento do Yuri faz com que ele seja muito distinto dos protagonistas com ideais de justiça que normalmente vemos, pois em nenhum momento ele se questiona a necessidade de matar alguém por aquilo que ele acredita ser o certo. Mas isso não faria de Yuri um vilão ? Não exatamente.

As pessoas que ele vem a matar não são socialmente as melhores, mas ele mesmo não se vê como um herói, o que faz com que sua construção de personalidade seja algo muito bom na série, fazendo com que ele seja um dos personagens mais únicos da franquia. Para que seja possível entender melhor a construção desse personagem, sua história tem início 1 ano antes dos acontecimentos do jogo original, em Tales of Vesperia: The First Strike (2009), que conta a história de Yuri ainda cadete e o início da sua revolta contra os ideais imperialista ao qual ele fazia parte.

Yuri Lowell (21)
Yuri Lowell (21)
Yuri ja nao fazendo parte das tropas imperias
Yuri ja nao fazendo parte das tropas imperias
Yuri enquanto fazia parte das tropas e em seu ombro Repede. ( Tales of Vesperia: The First Strike,2009)
Yuri enquanto fazia parte das tropas e em seu ombro Repede. ( Tales of Vesperia: The First Strike,2009)

Estellise (エステリーゼ) ou Estelle (エステル Esuteru) é uma nobre de 18 anos que passou toda a sua vida crescendo no Castelo Zaphias. Devido à sua educação restritiva, ela ganhou a maior parte de seu conhecimento mundano por meio de livros. Como resultado, ela desenvolveu um amor pela leitura e pode recitar várias passagens de coração. Apesar de sua abundância de conhecimento trivial, ela nunca deixou o castelo e é extremamente carente de experiência no mundo real. Isso fica evidente em sua dificuldade em tomar decisões críticas. Bem-humorada e altruísta, ela costuma colocar os outros antes de si mesma.

Ela usa suas artes de cura para ajudar os outros sempre que pode e é sempre gentil com completos estranhos, o que a torna uma das personagens mais legais do jogo. Por buscar uma espécie de significado para si própria, ela se questiona como é de fato o mundo que ela nunca viu, a não ser pelos livros. Inicialmente, é natural vê-la como apenas uma garota inocente, mas percebemos como ela amadurece ao longo da história. Ela busca compreender as mudanças que estão acontecendo em sua volta, ao mesmo tempo que tenta entender as suas mudanças internas. Estelle tem uma grande amizade com Flynn, e muitas vezes esse carinho parece uma mistura de amizade com sentimentos de amor reprimidos por ele. O jogo nunca deixa muito explicito exatamente o que é esse sentimento como um todo, assim como ela desenvolve um afeto por Yuri e Rita.

Estellise Sidos Heurassein (18)
Estellise Sidos Heurassein (18)

Estelle 28PXZ29 179x300 - Análise  de  Tales of Vesperia

Flynn Scifo (フレン・シーフォ Furen Shiifo), em contraste com Yuri, é um cavaleiro que resolveria o problema maior antes dos menores. Ele tem um senso de justiça semelhante ao de Yuri, mas prefere resolvê-los por meio da política, embora se mostre frustrado por eles, principalmente quando inocentes sofrem por causa disso. Flynn diversas vezes entra em discussão com Yuri porque Flynn acredita que, para o império e a corrupção serem resolvidos, deve ser feita uma limpeza de forma justa e pacífica, através de reformas políticas. Flynn tem um apresso muito grande por Estelle, e tenta protegê-la a todo custo, o que muitas vezes impede que ela se desenvolva por ele acreditar que o mundo é perigoso demais para ela. Isso causa um impacto interessante na relação entre os dois, pois com o passar do tempo ele começa a notar o amadurecimento de Estelle e passa a confiar em suas habilidades e apoiá-la na sua jornada de autoconhecimento. Flynn, assim como Yuri, tem a sua origem explicada no filme, onde ele era um cadete junto com Yuri.

Cena aonde Flynn se questiona acerca das leis
Cena aonde Flynn se questiona acerca das leis
Flynn Scifo (フ レ ン ・ シ ー フ ォ) (21)
Flynn Scifo (フ レ ン ・ シ ー フ ォ) (21)

Repede (ラ ピ ー ドRapiido ) tem sua primeira aparição  no filme de tales of vesperia (2009) ainda filhote, e sempre foi de uma personalidade valente. Para Repede, seus donos são Yuri e Flynn, pois logo a após a morte de sua mãe, Yuri o adota e um tempo depois, os dois saem juntos em uma jornada. Repede é amigável com quem ele confia e com crianças que gostam de cachorros, mas não gosta quando é abordado por pessoas que não conhece.

É um evento contínuo em que a heroína Estelle quer acariciar Repede, mas é rejeitada por ele. Repede também carrega uma corrente e a bodhi blastia do dono anterior para o combate. Repede, assim como Reven, proporciona as cenas mais engraçada do jogo, principalmente a maneira como ele ignora Estellise ou quando ela tenta entender os latidos dele como fala e ele continua ignorando, mas depois de um certo tempo é possível ver que na realidade ele gosta dela.

Repede filhote (Tales of Vesperia: The First Strike,2009)
Repede filhote (Tales of Vesperia: The First Strike,2009)
Repede ja adulto com 4 anos de idade
Repede ja adulto com 4 anos de idade

Rita Mordio (リタ・モルディオ Rita Morudio) pode ser descrita como uma personagem com sérios problemas de humor, dificuldade de interação com outras pessoas, introvertida, e que não demonstra interesse em pessoas. Rita vive no mundo dos livros e da ciência, o que a fez herdar o titulo de gênia de Aspio. Ela nunca teve amigos aos quais pudesse confiar ou dividir algo, até conhecer Estellise. Ambas tiveram uma ligação muito forte, fazendo com que elas se entendessem e respeitassem uma a outra. Rita, com o desenrolar da história, desenvolve habilidades de comunicação dentro de suas limitações e se torna uma das personagens mais importantes do game.

Rita Mordio (リ タ ・ モ ル デ ィ オ) (15)
Rita Mordio (リ タ ・ モ ル デ ィ オ) (15)

Raven (レイヴン Reivun) é possivelmente o personagem que possui o maior enrendo do jogo e é, sem duvidas, o mais talentoso de todos os personagens. Raven, durante a grande guerra, lutou pelo império, sendo excepcional no campo de batalha. Na época, Raven tinha uma amiga e possivelmente a única mulher que amou de verdade, Casey. Durante os períodos finais da guerra, enquanto lutava ao lado de Reven, ambos foram feridos mas Casey veio a perecer em batalha. Logo após esses acontecimentos, Raven também vem a falecer, mas é revivido por Alexei que dá um novo objetivo na vida. O que faz de Raven um personagem incrível é que ele passou a sua vida vivendo em prol de outra pessoa e não a si mesmo, até que alguns acontecimentos do game fazem com que redescubra a vontade de viver, e seguir um caminho a qual ele estava destinado, fazendo assim o melhor desenvolvimento de personagem do jogo.

Reven (20) e Casey (19) (capa do visual novel)
Reven (20) e Casey (19) (capa do visual novel)
Raven (レイヴン) (35)
Raven (レイヴン) (35)

Judith (ジュディス Judisu) é um dos membros mais misteriosos, maduros e racionais do grupo. Ela é gentil, perceptiva, composta, receptiva e freqüentemente age sem explicar suas ações, frequentemente falhando em obter uma impressão da situação atual. Ela também é decidida, persistente, espirituosa, um tanto impulsiva e bastante ousada, preferindo usar roupas reveladoras. Judith também é muito paqueradora e gosta de provocar os membros masculinos do grupo, muitas vezes fazendo comentários sugestivos sobre “mostrar um pouco mais” de sua já impressionante figura. Estelle mostrou ter ciúme do físico de Judith e do poder sobre os homens que ela possui. Judith afirmou que “não é uma mentirosa muito boa”, e este fato é evidente em várias conversas.

Judith (ジ ュ デ ィ スJudisu) (19)
Judith (ジ ュ デ ィ スJudisu) (19)

Karol Capel (カロル・カペル Karoru Kaperu) na prática, Karol é um dos personagens de alívio cômico, quando a frente corajosa que ele coloca se choca com suas ações covardes. Ele também é frequentemente abusado por Rita por vários comentários e tem o hábito de tentar nomear as coisas com nomes excessivamente longos e infantis. Devido à sua juventude, é incapaz de aceitar algumas das verdades mais duras do mundo, pois quanto mais ele tenta confrontar seus medos, mais ele se vê cercado com problemas de confiança, autoestima e ansiedade.

Mas, ao longo do jogo, ele aprender a ter confiança em si mesmo e em sua guilda, embora mantenha sua exuberância infantil. Ao dirigir Brave Vesperia, ele aprende o que significa não apenas estar em uma guilda, mas também o que significa ser um líder de uma guilda. Por causa de sua antiga afiliação com Hunting Blades, ele conhece os monstros e seus comportamentos. A maior liçao que Karol ensina é que quando se tem confiança em si mesmo e naqueles que voce confia, voce pode tudo.

Karol Capel (カ ロ ル ・ カ ペ ル) (12)
Karol Capel (カ ロ ル ・ カ ペ ル) (12)

Patty Fleur (パティ・フルール Pati Furuuru) já entra na lista de  personagens novos que foram adicionada na edição definitiva. Patty tem uma personalidade muito infantil, fazendo piadas e é um personagem irritante, mas depois que ela descobre sobre seu passado e seu amigo há muito perdido, Seifer , ela adquire uma atitude mais séria. Ela tem uma queda por Yuri Lowell e tem grande admiração por Flynn Scifo.

Patty Fleur (パ テ ィ ・ フ ル ー ル) (14)
Patty Fleur (パ テ ィ ・ フ ル ー ル) (14)


| Jogabilidade

A jogabilidade segue uma linha padrão que naturalmente os jogadores de tales of já estão acostumados. Você pode escolher 4 personagens para entrar em batalha, sendo possível combinar suas habilidades durante as lutas. Em Tales  of Vesperia, o combate se destaca pelas novidades adicionadas nessa edição, sendo a implementação da possibilidade de desbloquear ars de passiva (skill de complementos de habilidades) ou ars de ataque (focado em skill de dano) que podem variar de equipamentos para equipamento.

Um ponto muito alto do jogo é o fato que durante as lutas contra chefes, o seu personagem pode usar itens ou ars especificas que possibilitada o desbloqueio de alguma cena secreta durante essa luta, fazendo com que você a conclua da maneira mais diferente possível. Muitas vezes é possível atacar algo do cenário que estar diretamente ligado a luta. Nas diversas lutas contra Zagi, existem cenas secreta que são liberadas sempre que você fizer algo em especifico, o que possibilita maneiras de explorar sua party, criando uma possibilidade de mesclar o grupo.

No canto esquerda da tela é possível ver uma barrinha com número 1. Trata-se do despertar (over limit) de cada personagem. Essa habilidade permite que tanto os nossos protagonistas, como os próprios chefes, realizem a técnica do despertar, realizando combos com um aumento de dano ou até mesmo especiais que podem aniquilar sua party.

EkE4x1OXsAIk7AG - Análise  de  Tales of Vesperia

Despertar em ação, dependendo da dificuldade pode vir a ser fatal
Despertar em ação, dependendo da dificuldade pode vir a ser fatal

Mas entremos em um assunto interessante, que é a dificuldade. Este não é um jogo difícil, quando jogado na dificuldade fácil ou normal, mas se deseja experimentar um verdadeiro desafio, o jogador pode optar por escolher a dificuldade difícil ou pesadelo aonde os inimigos e chefes passam por um up de força podendo ficar cinco vezes mais forte que sua party, exigindo que você tenha estratégia e molde bem sua party. para que ela se torne mais eficaz contra determinado chefe inimigo. No caso, Estellise, Raven e Flynn se tornam indispensáveis nas bases da equipe, pelo simples motivo que eles possuem habilidades de cura variadas que podem salvar sua equipe ou não. destacando que o over limit possui variantes a partir do nível 3 podendo virar uma mystic art  que nada mais é que um especial.


| Inovação

Quando se trata de inovação, o primeiro ponto a ser destacado é a evolução gráfica do jogo em relação ao seu antecessor, Tales Of The Abyss (2005). Outro ponto positivo é o fato de terem incluído cenas novas, personagens novos, interações de personagens novas e chefes secretos novos. Ao todo, a edição definitiva não inova, mas ela acrescenta o que ficou exclusivo na versão japonesa do jogo, que saiu no Japão exclusivamente para o Playstation 3.

 

Tales of the abyss (2005)
Tales of the abyss (2005)

 

Tales of vesperia (2009,2019)
Tales of vesperia (2009,2019)


| Arte

Em relação a arte do jogo, não tenho o que criticar, pois ele possui cenários que vão do 2D ao 3D, com cidades extremamente ricas e detalhadas como Halure, Aspio e Dahngrest. Conta também com cenas completamente em CG e animes muito bem feitas, o que é natural da série, e personagens tão bem detalhados que mesmo após 10 anos de seu lançamento, o jogo não parece ter envelhecido. A versão original lançada em 2009 ainda continua linda e a versão definitiva apenas melhorou o que já estava lindo.

Graficos em 3D
Graficos em 3D

EkFNGQhXgAYcmQm 1 - Análise  de  Tales of Vesperia


| Trilha Sonora

A trilha sonora em geral é muito boa. Começo destacando a música  tema do game, “Ring A Bell”. É um tema que traz uma correlação muito boa com os dois personagens principais da trama Yuri, representado pela escuridão, e Flynn, representado pela Luz. Isso é trabalhado dentro do jogo, então ver a música tema destacando isso é um ponto muito positivo. A OST do jogo é muito boa, mas não chega a ser algo muito memorável ao ponto de ser o auge do jogo, mas sons como Furnace of War, Embers of Chaos, Unite the Power of the Echoing Voices e outras, são músicas que entram na cabeça do jogador.
Resumindo
  • Gameplay
  • História
  • Arte
  • Inovação
  • Trilha Sonora
4.3

Conclusão

Tales of Vesperia é uma evolução de Tales of the Abyss tanto em gráfico como em jogabilidade, por se tratar de um remaster não irei fazer comparação com Tales of Zestiria e Berseria, mas o jogo possui qualidades que fazem falta ate para jogos atuais como as quest com chefes secretos com equipamentos únicos ou ate mesmo as cenas de anime que particularmente sinto falta, ao todo é uma ótima pedida aos fãs de JRPGS.

Negativos

  • Sidequest perdidas se você não tiver um guia
  • Sidequest em grande maioria chatas e sem muito fundamento
  • História dar uma prolongada desnecessária

 

Positivos

  • Desenvolvimento de personagens ótimos
  • Cada personagem tem sua personalidade bem desenvolvida
  • Grande variedade de skill e ars para cada personagens
  • Cenas secretas durante lutas contra chefe que podem desbloquear bônus
Comentários