Entrevista com os criadores de Nyanroo The Supercat

| Introdução

Nyanroo The Supercat é um jogo de plataforma sobre um gato, criado pelo studio brasileiro Golden Shelves Software. O jogo está no kickstarter e precisa do seu apoio, apoie aqui. Além disso, é possível adicionar o jogo na sua lista de desejo da Steam o que ajuda muito o projeto e até mesmo jogar a demo aqui.

Conheça um pouco sobre o projeto no vídeo abaixo:

Essa entrevista foi realizada com o objetivo de criar oportunidade de outras pessoas conhecerem mais sobre esse jogo brasileiro, e também para ajudar quem tem como sonho ser desenvolvedor de jogos no Brasil.

Agradeço ao Victor por responder nossas perguntas, e com isso permitir que este post fosse realizado.

 

| Entrevista

Garota no Controle: O que veio primeiro, a mecânica ou temática?

Victor: Inicialmente veio a temática, estávamos discutindo tentando entender porque não havia muitos personagens de 4 patas nos jogos antigamente, todos eram apenas personagens bípedes como sonic ou bubsy, então a partir dai surgiu a vontade de criar um jogo com a temática 16 bits que tivesse um personagem de 4 patas como protagonista, e a escolha do gato também foi proposital uma vez que já existem também muitos jogos com cachorros ou lobos como Okami.

 

Garota no Controle: Que jogos inspiraram Nyanroo The Supercat?

Victor : Wonderboy, Sonic, Megaman X, Castlevania, Mother ou Earthbound como os fãs conhecem fora do japão, são muitos jogos que tiramos inspiração, mas posso dizer que a maioria são jogos com um combate viciante e inimigos interessantes.

 

Garota no Controle: Qual o diferencial do jogo Nyanroo The Supercat?

Victor : O jogo tem um diferencial exatamente pela temática dele como citei antes é difícil ver jogos com personagens de 4 patas ainda mais sendo um gato, posso até dizer que está virando uma tendência atualmente como o jogo que foi recentemente anunciado Stray, ou o personagem gato que aparece em Spiderman Miles Morales

 

Garota no Controle: Qual o tamanho da equipe de vocês?

Victor: 8 pessoas, 2 compositores, 1 artista de efeitos sonoros, 1 ilustradora cuidando das concepts arts, eu fazendo a programação animação e design do jogo, um consultor de programação que nos ajuda sempre que temos algum problema com mecânicas a serem implementadas, e um produtor que ajuda no marketing e também dá umas boas ideias de game design.

 

Garota no Controle: Quais as principais dificuldades encontradas para desenvolvimento e para conseguir que o jogo fosse publicado?

Victor: Não tem muita dificuldade para publicar um jogo, a steam é relativamente aberta e tranquila para novos desenvolvedores, acredito que haja mais dificuldade ao lançar os jogos para consoles, mas isso é algo que também está mudando no final das contas o grande desafio ao fazer um jogo é concluir o projeto com a qualidade que todos esperam, e isso exige uma grande dose de polimento e atenção ao feeback dos jogadores.

 

Garota no Controle: Pretendem lançar outros jogos?

Victor: Com certeza! já temos até outras ideias apenas esperando para serem colocadas em prática após o projeto Nyanroo ser concluído.

 

Garota no Controle: Qual foi o maior aprendizado que você gostaria de passar para outras pessoas, sobre produzir o próprio jogo?

Victor: Nunca desista, por mais difícil seja e por mais que surja um obstáculo sempre procure ter calma e pesquise as soluções a seu dispor.

 

Garota no Controle: Sobre mulheres na área de desenvolvimento de jogos, o que você tem a comentar sobre isso?

Victor: Não temos muito a comentar sobre isso, acho que a falta de mulheres na área de desenvolvimento de jogos é devido aos próprios videogames serem jogados por um público maioritariamente masculino desde o seu início, mulheres nunca se interessaram tanto por videogames como hoje em dia, uma vez que agora as mulheres estão começando a se adentrar no mundo dos games estamos começando a ver mais jogos feitos por mulheres, e o que não falta é mulher talentosa por ai, nossa artista Pookie que o diga!

 

Garota no Controle: Que mensagem você gostaria de passar para aqueles que querem desenvolver jogos no Brasil?

Victor: Força guerreiros! 😂

 

Garota no Controle: Para vocês, é possível viver de jogos no Brasil?

Victor: Acho que a melhor resposta para essa pergunta é outra pergunta: Você brasileiro, você comprou ou apoiou algum jogo nacional nos últimos anos?

Comentários