Análise de Minecraft Dungeons

| Introdução

Minecraft é um dos maiores sucessos dos videogames, a franquia já vendeu mais de 200 milhões de cópias, sendo que o primeiro jogo foi lançado em 2009.

Neste novo título Minecraft Dungeons, lançado em 26 de maio de 2020 e desenvolvido pela Microsoft, o foco são em dungeons e não em sobrevivência ou construção, sendo um jogo do gênero RPG. As plataformas que o jogo esta disponível são: PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch e Microsoft Windows.

Nesta história, um Illager que buscava um lar, encontra o ódio, pois muitas pessoas o menosprezaram. Em um dia este encontra uma dungeon, e em seu interior encontra o orbe da dominância.

Com o orbe, o Illager volta para se vingar de todos os que o fizeram mal, assim se tornando um Lorde das trevas. E sua missão é salvar o mundo deste vilão.

O orbe
O orbe

 

| Jogabilidade

Essa análise é feita baseada na experiência de cooperativo local, pois todas as missões foram realizadas por duas pessoas. A tela abaixo mostra nossa “base”, onde nos preparamos para cada missão. Aqui temos dois NPCS, um feirante e um ferreiro. O Feirante nos oferece a opção de compra de um artefato aleatório. Estes artefatos dão diversos efeitos, como melhorias para flechas, recuperação de vida, permitir que em uma região delimitada não levemos dados, entre outros.Também temos o Ferreiro, que vende equipamentos aleatórios. Esses equipamentos são armas de curto alcance, como espadas, lanças e martelos, armaduras pesadas focadas em defesa, e leves que dão diferentes efeitos, e armas de longo alcance, como arco e flecha.

Minecraft - Cenário

Estando preparados para a aventura, selecionamos uma missão. Na tela da missão, podemos ver bom uso de interface, primeiro nos mostrando que é possível alterar a dificuldade, outra é recomendando um poder ideal para seguir e comparando com o poder do nosso personagem. Então sabemos se estamos bem  para seguir, ou se seria melhor voltar, e melhorar nosso level.

Menu - Minecraft

Por fim, entramos em uma dungeon, na qual teremos que matar monstros, encontrar chaves para abrir portas, às vezes resolver pequenos quebra-cabeças, e cada dungeon tem um Boss diferente no final. As variações de monstros é boa e cada um tem uma melhor forma de matarmos com facilidade. No canto superior direito fica visível o próximo objetivo da missão, e uma seta amarela sempre aponta onde devemos seguir, até alcançarmos o objetivo final, que é sair da dungeon.

Minecraft - Cenário na areia

A tela abaixo é onde podemos ver os detalhes do nosso personagem, e ela é de fácil compreensão. Do lado esquerdo temos qual é o player que esta na tela, no caso P1, a quantidade de diamantes (o dinheiro do jogo) que temos, e o símbolo roxo é a quantidade de pontos de habilidade que você pode distribuir entre a sua armadura, arma de uma mão ou arco. Acima do personagem ficam os equipamentos, e abaixo os artefatos. Cada um desses itens também tem um level próprio. Quando selecionamos um item, suas informações aparecem do lado direito da tela, nos mostrando seus status e quais efeitos ele contém.

Os textos usados aqui são claros e curtos. É possível melhorar os equipamentos por meio dos pontos que conseguimos quando ganhamos level. Cada equipamento pode ter até 3 espaços de habilidades, e cada espaço te apresenta com 3 habilidades aleatórias, e cabe a você decidir qual habilidade equipar, e depois usar de seus pontos de habilidade para aprimorar. Um fator interessante é que quando não usamos mais um item, podemos reciclá-lo para ganhar diamantes e os pontos usados nele voltam para nós, permitindo que possa ser usado para evolução de outras armas. Ou seja, trocar de arma não causa quebra de evolução, já que a nova poderá ser evoluída com os mesmos pontos.

Minecraft - Tela do Personagem
Tela de itens

Minecraft Dungeons é um jogo fácil de aprender, o que o torna ótimo para todas as idades, inclusive para pessoas que vão ter o primeiro contato com RPGs. Ele tem tradução para o português e até quatro pessoas podem jogar juntas, tanto online quanto local. Acredito que a experiência de jogar com uma criança deixará o jogo mais prazeroso para ambos. Os que têm mais experiência com esse tipo de jogo, podem alterar a dificuldade e também terá uma experiência muito boa e divertida.

Como qualquer jogo, este também apresenta alguns problemas. Se estamos em uma missão e apertamos o botão para a tela de itens, os monstros continuam a nos atacar e nós simplesmente não vemos isso acontecer, já que esta tela encobre toda a área de jogo. Ainda nessa tela, quando ganhamos um item novo, não há como compará-los lado a lado. Se você quer saber sobre as características de cada um deles, será necessário acessar um de cada vez.

Na versão cooperativa local, não encontrei uma forma de dar um item para a pessoa que esta jogando comigo. Acredito que isso deveria ser possível, pois é uma característica comum em RPGs.

E por último, essa análise foi feita no Nintendo Switch. O jogo apresentou lags em alguns momentos, não sei informar se isso ocorrerá em todas as plataformas as quais o jogo saiu.

| Arte

A arte, para minha surpresa, apesar de ser um pixelado meio borrado, consegue passar muito bem o sentimento do momento. Os monstros são muito bem feitos, passando até a expressão de cara de mau, típica de vilões. Os itens que podemos usar também receberam um cuidado especial, com muitos tendo algum efeito interessante e inesperado. Um bom exemplo é um dos itens é chamar uma Lhama para ajudar. Com o item equipado, na tela itens, ela aparece ao lado do seu personagem mexendo o nariz e as orelhas de uma forma bem cativante.

Os cenários são muito criativos, gerando até a sensação de se subir em bloquinhos, para ir de uma região mais baixa para outra mais alta. Em regiões com água, os ambientes ficam mais bonitos ainda, pois ao entrar em rios ou lagos, o corpo realmente fica com a sensação de estar na água, pois uma parte do nosso corpo fica coberto.

Bloquinhos para subir e descer
Bloquinhos para subir e descer
Beleza nos cenários
Beleza nos cenários

| Trilha Sonora

A trilha sonora é muito minimalista, e muitas vezes nem é notada pelos inúmeros eventos que estão ocorrendo no momento. O som das ações do jogador em luta sobrepõem facilmente a música. É possível configurar no menu o volume entre efeitos sonoros e música para que você possa ouvi-la, mas que não chega empolgar. Não consegue transmitir bem as emoções, parecendo algo que foi deixado de lado.

| Inovação

Minecraft Dungeon é um jogo que por si só já é uma inovação para a franquia Minecraft, pois tem um foco diferente da sua origem. Além disso, consegue ser um jogo que possa ser jogado tanto por adultos quanto por crianças, pois a dificuldade pode ser alterada no jogo. É uma ideia muito boa para conseguir um público maior, sendo um excelente jogo para crianças como primeiro RPG. Outro fator que torna ótimo para iniciantes  em RPG é a simplicidade e clareza de toda sua interface.

Pensando na indústria de jogos, acredito que o grande diferencial encontrado está nos itens. Quando encontramos um equipamento melhor do que temos atualmente, podemos recuperar os pontos usados para evolução desses itens, e usar nos novos. Assim não perdemos nenhum progresso,  e não precisamos ficar nos preocupando de escolher alguma habilidade errada, pois dá para recuperar depois.

| Resumindo

  • Jogabilidade
  • Arte
  • Trilha Sonora
  • Inovação
3.8

Dados Adicionais

Foi cerca de 7 horas para zerar, mas existe um pós-jogo que permite mais duas dificuldades com novos monstros e novos itens. Minecraft Dungeons é um jogo que recomendado para todas as pessoas que gostam de um RPG simples. Caso queira adquiri-lo, pelo gamepass é uma boa opção, pois você terá não só esse jogo, mas muitos outros, clique aqui.