5 jogos que me surpreenderam

| Introdução

Muitas vezes quando vamos jogar, temos uma expectativa gigante sobre o jogo, e a frustração é grande quando não atinge o que esperamos. Contudo, em vários casos, jogamos sem expectativas nenhuma, ou esperando já que o jogo não seja tão bom, mas acabamos nos surpreendendo. É fantástico quando isso acontece, pois, começamos a refletir o que causou a barreira de uma impressão errada antes de começar a jogar. Seria um marketing mal feito, o tipo de conteúdo que a empresa normalmente produz, ou simplesmente uma capa não atraente?

 

É por isso, que neste post, trago os 5 jogos que mais me surpreenderam. Venha saber quais os jogos e o porquê da surpresa. A ordem está de forma que  primeiro colocado é o que mais me surpreendeu.

 

| TOP 5

 

5) Crashlands

crashlands - 5 jogos que me surpreenderam

O jogo saiu para as plataformas: Android, Nintendo Switch, iOS, Microsoft Windows e Linux, Mac OS Classic.

Crashlands é um jogo indie, que tem muito de batalhas, crafting, sobrevivência e diferentes mundos. O que fez eu não ter uma alta expectativa sobre esse jogo é o fato de inicialmente o jogo ser lento, e que eu não sou de me apegar muito a jogos de crafting. Comecei o jogo acreditando que não gastaria nem 5 horas nele. Entretanto, o carisma, a vontade de conhecer mais sobre cada mundo, o humor e a arte, fizeram com que eu gastasse mais de 45 horas jogando Crashlands.

É incrível ver sua casa evoluir e conseguir novas habilidades, toda criatividade para criação de novos personagens e inimigos, fez com que o jogo me prendesse de uma forma, que o tornou um dos meus indies favoritos.

4) Infamous Second Son

SecondSon - 5 jogos que me surpreenderam

O jogo saiu para a plataforma: Playstation 4.

Infamous tinha tudo para ser o tipo de jogo que eu não gosto. A imagem que eu tinha era de um jogo de ação extremamente genérico. Entretanto, o que encontrei foi um dos jogos mais divertidos que já joguei. A variação de poderes e jogabilidade, junto das diferentes formas de descobrir os detalhes sobre o mundo, me prendeu a ponto de fazer tudo que tinha no jogo. Fiz 100% que eu nem vi passar. Infamous, foi um divisor na minha vida gamer, pois, depois dele, nunca mais julguei um jogo como genérico sem ao menos experimentar.

3) Mario + Rabbids Kingdom Battle
mariorabbids - 5 jogos que me surpreenderam

O jogo está disponível na plataforma Nintendo Switch.

Acredito que talvez seja evidente o preconceito com Rabbids, já que a maioria de jogos destes coelhos estranhos são meio bobos, parece que com intuito de agradar mais o público infantil. Juntar isso com Mario, que é um jogo com não costuma ser difícil, fez com que eu ficasse com um pé bem atrás do quanto eu realmente gostaria desse jogo. Mas, eu estava muito errada em relação à dificuldade, e o fato dos Rabbids serem bobos, deu um toque de absurdo para o humor do jogo, e fez com que eu soltasse muitas risadas.

Esse, diferente da maioria dos jogos do Mario, é um jogo de estratégia, super criativo e com uma jogabilidade muito gostosa. Acredito que é um dos jogos da Nintendo e Ubisoft que mais merecia uma continuação, pois a união deles casou muito bem.

2) Little Town Hero
little town hero - 5 jogos que me surpreenderam

O jogo está disponível nas plataformas: Nintendo Switch,  PlayStation 4, Xbox One e Microsoft Windows.

A Game Freak é a mesma que desenvolve Pokémon, e o meu problema estava nisso. Para mim, os jogos do Pokémon são extremamente fáceis, subestimam a inteligência das pessoas, não têm história, e não fazem nada diferente do que já fizeram nos últimos 20 anos. Para minha surpresa, foi exatamente o contrário que tive aqui. Little Town Hero é extremamente diferente. A jogabilidade das batalhas é única, envolvendo batalhas por turno, um tabuleiro, e cartas. Cada boss tem uma forma diferente de se derrotar, forçando o jogador a pensar e planejar bem suas jogadas.

Quando joguei, demorei até 1 hora para derrotar alguns desses chefões, e em Little Town Hero temos uma história, que pode não ser a mais surpreendente que você já viu, mas é muito superior à de Pokémon. Então, apesar desse jogo apresentar alguns problemas de queda de frame no Switch, é disparado um dos melhores jogos que joguei na plataforma em 2019.

1) Catherine: Full Body
catherine - 5 jogos que me surpreenderam
O jogo saiu para as plataformas Nintendo Switch, PlayStation 4 e PlayStation Vita. Entretanto, existe uma versão clássica na Steam que é muito similar a esse.

Pensei muito para jogar Catherine, pois a ideia que todo o marketing do jogo passa, é a de que teremos um jogo pervertido e bobo. Não sei porque a Atlus optou por fazer essa propaganda enganosa que afasta muita gente e faz até com que pessoas comprem o jogo por motivos errados, e acabem por não gostar. Pois bem, Catherine é um jogo primeiro sobre a vida adulta e decisões sérias que precisam ser tomadas em relacionamento depois de muito amadurecimento. Além disso, o que temos de jogabilidade aqui são puzzles, que acontecem enquanto Vincent, o personagem principal, está com pesadelos sobre como resolver os seus problemas.

Amo esse jogo, está facilmente no meu top 20 da minha vida, e fico muito chateada quando percebo algum Youtuber, ou site, querendo conseguir cliques em cima do jogo. Muitos insinuam que é um jogo safado, o que acaba por ser um desserviço para o que ele realmente representa.

 

 

| Resumindo

Espero que este post ajude a pessoas que tenham algum preconceito com um desses jogos, ou até mesmo ajude a refletir se vale apena muitas vezes ouvir a mídia ou desconfiar de um jogo sem jogar. As sensações que cada um tem são únicas, e a experiência depende muito de gosto e da bagagem que temos como gamers.
Comentários