Primeiras impressões de Monster Sanctuary

| Introdução

Monster Sanctuary é um RPG por turno publicado pela Team17. O lançamento está previsto ainda para dezembro de 2020. Estará disponível para Microsoft Windows.

Está é uma análise que não contem notas, pois analisarei um jogo em acesso antecipado. Não faria sentido avaliar uma pequena parte do todo, portanto este post é apenas uma primeira impressão. Futuramente existirá uma análise com avaliação sobre o jogo completo. O acesso antecipado usado foi liberado para a versão de Windows na Steam.

Acho importante o leitor saber desde o início que já fui uma fã de Pokémon do tipo que colecionava as miniaturas do guaraná antártica, tazos e até action figures. Teve uma época que minha alegria era chegar em casa e ver um episódio do desenho. Por que eu acho isso relevante? Para vocês entenderem que a fórmula de Pokémon deu certo durante muito tempo, mas já faz alguns anos que me cansei dela, não sei se é porque a série não se desenvolve ficando na mesmice ou simplesmente por ser fácil demais.

Hoje em dia eu testo vários jogos novos, que tentam trazer uma fórmula similar, para ver se as inovações que eu esperava vão acontecer em algum momento, mesmo que não seja em um jogo da Nintendo. E posso falar para vocês que Monster Sanctuary conseguiu fazer exatamente isso, trazer algo novo a uma fórmula já antiga.

Puzzles com elementos de Fogo e de Água
Puzzles com elementos de Fogo e de Água

| Gameplay

No início do gameplay você escolherá o seu primeiro monstro entre quatro monstros, similar ao jogo Pokémon. As batalhas são por turno, e acontecem quando você encontra algum monstro no ambiente, então não são completamente randômicas. A sua equipe é composta de seis monstros, e pode escolher até três para cada batalha, podendo variar livremente. Essa quantidade de monstros permite ter uma série de estratégias que tornam o jogo mais interessante. Por exemplo, cada monstro pode ter um papel, como um deles se focar em curar sua equipe, o outro em inflingir status negativos nos oponentes, e o terceiro ser puramente focado em dano. As opções de estratégia são grandes.

Ao iniciar uma batalha, aparece uma tela onde é possível ver quais elementos cada monstro usa, com suas resistências e fraquezas. Portanto, aqui já podemos inicialmente pensar qual é a melhor estratégia a se utilizar, e estratégia aqui é essencial, pois cada batalha tem uma pontuação que te avalia entre uma e cinco estrelas. Essa forma de pontuação é importante para saber se você foi bem, já que nesse jogo não basta apenas ganhar, o número de estrelas vai fazer com que você ganhe uma recompensa melhor ou pior ao final das batalhas, e quanto maior sua pontuação, aumenta a possibilidade de você conseguir um ovo de monstro.

Os ovos de monstros podem ser ‘chocados’, e assim teremos mais integrantes para serem usados em mais batalhas, novamente incrementando as suas opções em batalha. Outra opção, é vender esse ovo para conseguir dinheiro e itens, você não é obrigado ficar com todos e é possível acabar por conseguir monstros que você já tenha.

ElISNhUWAAAGpp6 1024x576 - Primeiras impressões de Monster Sanctuary

Ao ganhar uma batalha, os seis monstros que estão em sua bolsa receberão experiência. No decorrer do jogo é natural que você troque os monstros de sua bolsa, pois cada batalha pode exigir diferentes habilidades para se ter uma boa avaliação ao final.

ElDSU94XgAY5AGh 1024x576 - Primeiras impressões de Monster Sanctuary

Além de batalhas, existem outras formas de tornar seus monstros mais fortes: dando alimentos a eles ou equipando novos itens. Em uma parte do castelo, podemos comprar frutas e legumes para alimentá-los, e cada alimento dá um bônus de status permanente, então teremos mais ataque crítico, estamina e vida. Os equipamentos também aumentam uma série de habilidades, sendo que é possível equipar uma arma e três itens, que variam entre anéis, chapéus, entre outros. A forma de conseguir esses itens pode ser por meio de compradores, baús ou até mesmo resolvendo puzzles.

Você pode escolher um dos monstros da equipe para andar ao lado do seu personagem, e além de te acompanhar, eles podem realizar ações no ambiente. Por exemplo, a ave permite você dar pequenos voos, o lobo quebra paredes, a geleia verde solta água, e todas essas ações são essenciais para resolver puzzles no ambiente, assim alcançando lugares mais altos, encontrando paredes falsas, ou até abrindo muros através de algum elemento necessário para ativação, exemplo, água. É legal ver aqui, que novamente o jogo torna importante você ter variações de monstros, pois cada situação vai exigir uma habilidade, e você pode ficar sem um baú se não o tiver. Em muitos momentos do jogo, isso funciona como um metroidvania, existe a necessidade de ter um tipo de monstro para dar continuidade de explorar determinada região.

O jogo também conta com evoluções de equipamentos, basta ter os itens necessários para subir o level deles. Os materiais necessários são encontrados em baús durante a exploração.

ElISPgDXUAE1 rh 1024x576 - Primeiras impressões de Monster Sanctuary

Ao subir de nível, os monstros não vão apenas ganhar pontos de status a mais, mas eles também ganham pontos de skill para gastar em suas árvores de habilidade. Nesta árvore, é possível melhorar diferentes tipos de habilidades, melhorando sua força ou mudando seu elemento, assim podemos até ter dois monstros iguais na equipe, mas com focos diferentes. É legal notar que existe um level limite para você poder adicionar habilidade em uma parte da árvore, por exemplo, mesmo se todos os elementos do primeiro retângulo estiverem distribuídos pontos, não será possível colocar pontos no retângulo abaixo, enquanto o monstro não atingir um level maior que 10. Isso obriga o jogador a investir em diferentes habilidades.

Monster Sanctuary 23 10 2020 18 59 11 1024x576 - Primeiras impressões de Monster Sanctuary

| Monster Journal

Similar à Pokedex, o Monster Journal conta um pouco sobre o monstro, detalha as habilidades e te dá a sensação de quanto falta explorar para completar esse livro com todos os monstros. É uma forma visual muito simples de conhecer um pouco mais das criaturas do jogo.

ElISI8IXgAANrjD 1024x576 - Primeiras impressões de Monster Sanctuary

| Trilha Sonora e Arte

A arte do jogo é muito bonita, com um pixelado que lembra do jogo Terraria, e inclusive a forma de explorar é a mesma, podendo ir para baixo da terra, para cima e para os dois lados, o que te dá mais espaço no mundo. Cada monstro é cheio de detalhes muito bem feitos o que os tornam cativantes.

Em relação à trilha sonora, acredito que é o ponto fraco do jogo, é bem esquecível, faz o papel dela, nos momentos necessários, mas não tem nada de mais.

| Inovação

A inovação do jogo se dá por ter uma identidade própria, muito mais focado na estratégia e em desafiar o jogador. A sensação que eu tenho é que cada batalha realmente importa, porque a recompensa é alterada baseada em como eu estou lutando, então é importante eu pensar para agir. O ato de conseguir capturar monstros dependem disso, e não simplesmente cansar um monstro em uma batalha fácil, como ocorre em Pokémon.

Os vários elementos de Puzzles do jogo incentiva você ter diferentes Monstros e fazer de tudo para consegui-los, pois existem partes para se usar a habilidade de cada Monstro. Além disso, os puzzles te dão recompensas importantes, que incentiva explorar o mapa todo atrás de novas criaturinhas e itens para equipá-las.

Acredito que essa junção de capturar monstros, com uma estratégia que seja importante para o gameplay, mais a adição de puzzles, torna o jogo bem inovador e surpreendente.

| Conclusão

O sentimento que tive ao jogar esse jogo é de que as minhas batalhas realmente importam, que adquirir novos monstros depende de uma boa estratégia para conseguir mais estrelas. O carisma dos personagens e a arte pixelada me deram uma boa sensação e achei lindo. Posso afirmar que mesmo o jogo estando em acesso antecipado, vale muito a pena. Se você busca uma fórmula melhorada de Pokémon, um sorriso possivelmente de satisfação sairá de seu rosto após algumas horas de Monster Sanctuary.

 

Comentários