Primeiras impressões de Main Assembly

 

| Introdução

Main Assembly é um jogo de construção de carros que foi desenvolvido pela Bad Yolk Games e distribuído pela empresa Team17. Se encontra em acesso antecipado desde dia 11 de junho de 2020, para a plataforma Windows.

Está é uma análise que não contém notas, pois analisarei um jogo em acesso antecipado. Não faria sentido avaliar uma pequena parte do todo, portanto este post é apenas uma primeira impressão. O acesso antecipado usado foi liberado para a versão de Windows na Steam.

Bem, é bom que saibam que a pessoa que escreve essa análise não é uma engenheira, e não teve grandes experiências em jogos de montagens até hoje. Quando escolhi fazer a análise desse jogo, é por acreditar que o carisma dele me prenderia, e que o jogo poderia me introduzir a esse gênero.

Vamos criar um carro?
Vamos criar um carro?

| Jogabilidade

O jogo está dividido em três sessões: tutorial, desafio e sandbox. O modo Tutorial é dividido em várias fases, onde as instruções são apresentadas de forma amigável e incremental, com isso o jogador não sente que está aprendendo um acumulado de informação de uma vez. Então, ao invés de você sentir que é tudo muito difícil, você acaba vendo sua evolução de cada vez saber mais e poder realizar algo diferente com o carro que você montou.

Percebam que eu falei no começo desse post que sou uma pessoa leiga no assunto e no gênero, então, se para uma pessoa leiga como eu, o processo não foi sofrível, isso significa que o jogo acertou muito no aspecto de ensinamento e interface intuitiva, pois esse gênero de simulação/montagem não é simples do usuário aprender, ao contrário, a maioria desiste no início pela frustração que sua complexidade pode causar.

O jogo consiste em você criar um carro com um propósito em específico e alcançar algum ponto no mapa, superando diversos obstáculos. Quem vai dirigir o carro é o robozinho carismático que se encontra na capa do jogo, que também serve como seu avatar para voar pelo mapa. Para incrementar a recompensa do jogo, são colocados alguns adicionais, por exemplo, pegue um diploma, ou bata em todos os bonecos. Isso não é obrigatório, seu objetivo é só chegar ao ponto final, mas sua nota será maior se fizer os adicionais.

O nível da dificuldade que você encontra vai depender muito de rampas, terrenos e obstáculos. Se temos uma grande rampa e seu carro é pesado demais, você não vai conseguir subir. Se temos uma entrada estreita demais não tem como passar com um carro largo.

A parte que me fascina, é que o jogo pode ser interpretado como um puzzle sem uma solução definida. Você que precisa encontrar a solução ideal para chegar ao final dele. Isso depende de você reparar em vários detalhes, por exemplo, precisamos de uma roda com menos atrito, ou precisamos de mais rodas, ou o carro tem de ser mais pesado? Tudo depende de você ser observador e entender como cada peça se encaixa. Não sou uma grande entendedora de carros e através de lógica consegui resolver os problemas propostos.

Carro construído
Carro construído

Existe uma parte que é mais lógica ainda, que é a computação programável para o carro funcionar. Sei que a sensação ao ver isso pode ser ‘Nossa, isso parece complicado’, mas não é, pelo contrário, em um único tutorial você já entende como ir adiante, e se sente desafiado novamente.

Opção de programação
Opção de programação

Os carros criados podem ser salvos para usarmos posteriormente. Além disso, é possível mudar a base inicial do carro, contendo variações bem diferentes que permitem que o jogador solte a criatividade na hora de realizar a criação.

Criando um carro do zero
Criando um carro do zero

Agora na parte de Desafios, temos uma dificuldade bem legal. O propósito continua ser chegar a um ponto do mapa, mas aqui você vai usar tudo que viu no Tutorial, ou seja, fica mais complexo, afinal é um desafio.

| Modo Sandbox

No modo sandbox, todas as opções de itens para construção estão abertos, com isso é possível criar não apenas o carro, como todo o ambiente, assim podemos soltar nossa criatividade, é possível você mesmo criar seus desafios. Uma opção interessante é que é possível adicionar um amigo para participar do jogo. Este modo de jogo é melhor aproveitado depois de aprender o tutorial e ter feito alguns desafios, pois como todos os itens são dados sem orientação, e o jogo é baseado em física, o jogador pode ficar mais perdido.

Construção de cenário
Construção de cenário

 

| Arte e Trilha Sonora

O jogo tem uma arte mais cartunesca. Confesso que acho mais atraente assim, quando vejo peças de carros de forma realista já me vem na cabeça dificuldade, agora como fizeram algo com uma cara mais lúdica, fica mais fácil tornar o jogo atrativo para as pessoas leigas. A trilha sonora não faz grande diferença no jogo, entretanto acredito que para um jogo que o objetivo é apenas montar e criar, a música realmente não teria finalidade de impactar e ser marcante.

| Conclusão

O jogo é muito divertido e desafiador. É fácil aprender como criar seu carro e querer ir adiante, pois tudo é um puzzle. O jogo não exige conhecimentos técnicos, pois experimentando e analisando o efeito das escolhas, é possível ir otimizando seu carro para superar cada fase. E não se esqueçam de usar a criatividade ainda mais no modo sandbox.

 

Comentários