Artigo

Game Pass – Impacto e Relevância

Comments (3)
  1. Eu já utilizei o Game Pass algumas vezes em ocasiões de promoção, é inegável muitas das vantagens que ele traz, mas eu pessoalmente sou bem crítico a forma como ele opera em cima de consumismo e não de melhoria de preços. Como se trata de uma assinatura mensal, caso você queira fazer valer o gasto, jogar o máximo possível no mês se torna mandatório, se forem vários títulos, melhor ainda. Para ser justo, esse é um problema inerente a todo esse setor de conteúdo sob demanda.

    Ele também não traz uma inclusão real, já que os jogos continuam caros e os preços de consoles nem se fala, ainda mais se pensarmos no cenário do Brasil atual, com pobreza extrema crescendo, desemprego, inflação e pandemia. É no máximo uma saída de curto prazo para quem tem alguma condição financeira e de manter um console ou bom computador.

    No final quem eu vejo mais ganhando mesmo é a Microsoft mesmo, que atrela a ela uma base de usuários crescente, que cada vez mais é dependente para jogar e que no futuro fica a mercê da empresa, já que não é dona do que joga. No fim, aquele velho sonho das empresas de acabar de vez com a mídia física e a propriedade do jogador sobre o jogo, dá mais um passo.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *