Análise de Fuser

 

| Introdução

Fuser é um jogo musical desenvolvido pela Harmonix e publicado pela NCSoft. O seu lançamento aconteceu no dia 10 de novembro de 2020, e as plataformas disponíveis são Windows, Nintendo Switch, Playstation 4 e Xbox One.


 

| Crie seu DJ

Em Fuser você é o DJ, e é sua a responsabilidade de manter o ritmo e trazer alegria para a festa. Primeiro, é necessário criar o seu avatar de DJ. O jogo te oferece muitas opções de customização que vão desde a aparência física como rosto, corpo, olho, cabelo e barba, até os mais variados tipos de roupas e acessórios como chapéu, brinco, óculos, máscaras, blusas, tênis, pulseiras, maquiagem, tatuagem e até a personalidade, que afeta como o DJ se comporta no palco. Você ainda pode personalizar cada um desses itens com diferentes cores, estampas e desenhos. Nem todas as opções vão estar liberadas no início, mas você vai ganhando mais conforme avança no jogo. É importante citar que sua DJ tem um level, o que mostra a evolução dela durante o jogo.

Crie seu personagem
Crie seu personagem

Mas não é só de aparência que um bom DJ vive, é preciso ter uma boa lista de música para tocar. Cada show que você se apresenta, tem sua própria temática. Neste caso aqui, o tema é “Hits do Pop”, o jogo vai escolher algumas músicas que você deve levar ao palco, mas você tem a liberdade de completar a lista do jeito que quiser. Não são todas as músicas que estarão disponíveis para adicionar a sua lista, algumas têm de ser liberadas usando dinheiro do jogo, que você consegue ao subir de level, outras exigem um level mínimo para habilitar e ainda tem as músicas que precisam das DLCs.

Também é possível escolher instrumentos musicais para se usar durante o espetáculo e criar algum som completamente original, estes também podem ser comprados e desbloqueados durante o progresso do modo campanha.

Lista de músicas
Lista de músicas

Além da escolha das suas músicas e instrumentos, o show e o palco também são customizáveis. Você pode escolher a cor e formato dos fogos de artifício, a mesa de DJ pode ter cores alteradas e temos itens para jogar ao público. Após todas essas escolhas, é possível começar o show, que terá um local e horário próprio.

 

| Comece a tocar

O modo campanha é dividido em seis palcos, cada um deles tendo um DJ responsável por te ensinar todos os truques necessários para ser um artista de fama internacional. Ao entrar no palco existirão divisões de horários: 9h, 11h, 13h, 17h, 21h e 23h, quanto mais tarde, mais exigente é o público e maior a dificuldade de agradá-lo. Durante os shows existem diálogos entre o DJ dono do palco e o nosso personagem, em que ele comenta sobre sua performance e a animação do público. Já o palco de cada um deles, fazem os nossos olhos brilharem, são todos diferentes, muito coloridos e bem feitos. A sensação de estar fazendo algo grandioso enquanto se toca nesses lindos palcos e ao olhar as imagens do público é muito legal.

Líder de Palco
Líder de Palco

 

| Mesa de DJ

A mesa é constituída de quatro toca-discos, onde você irá fazer as combinações de instrumentos e vocais das músicas. Na parte superior temos uma quantidade grande de músicas, cada uma delas contendo quatro faixas, variando a cor em azul, verde, rosa e laranja, representando os difrentes instrumentos, batidas e canto de cada música. Essas cores são essenciais para o jogo te orientar quando deve-sese usar cada um dos discos, já que um dos objetivos do jogo é você fazer uma boa pontuação baseado no que o jogo te pede para fazer, por exemplo: toque a guitarra da música “Rock the Casbah”, adicione três discos verdes, ejete um dos discos e outros.

A mesa vai ganhando novas funcionalidades cada vez que encerramos um palco, ou seja, a complexidade vai subindo bastante, mas de forma bem gradual o que faz com que o jogador se sinta a vontade e não se perca no meio de tantos botões e funcionalidades.

É possível inclusive tocar instrumentos, como uma bateria de 8-bit, piano elegante, baixo sintetizado, bateria estrondosa, entre outros. E além de tocar, você pode gerar um disco com uma batida que você criou e usar nos shows, como se fosse um disco de uma das músicas.

Mesa de DJ
Mesa de DJ

 

| Gameplay

Assim como Guitar Hero, Fuser também tem o momento certo do ritmo. Aqui temos como se fosse uma linha acima da mesa da qual vai se mostrando a batida e o momento certo para se colocar os discos. Acertar o ritmo é essencial para se ter uma boa pontuação, e evitar que seu show seja cancelado pelo público. Do lado direito, temos uma lista de tarefas a fazer, por exemplo, coloque o disco de guitarra(que é o azul) da música “Rock the Casbah”. Essas ações muitas vezes têm um tempo máximo para realizar e dão pontos extras a sua apresentação.

Nos primeiros palcos a sensação que temos é que tudo parece fácil demais, mas isso não dura muito. O jogo é bem complexo, mas ele ensina gradualmente cada uma das técnicas para você não sentir tanto a dificuldade. Então, cada nova funcionalidade que é apresentada te dá uma sensação muito bacana de poder. Imagina você poder fazer uma música legal?! E quando você acha que não tem como ficar melhor, acredite fica. E cada vez mais complicado também. Pois o ritmo é importante, cumprir as missões também, e você ainda recebe missões secundárias direto do público.

Sim, o público vai te pedir músicas, as mais variadas possíveis, e você tem um tempo para realizá-las. Virão pedidos do tipo: “coloca Rock”, “quero música dos anos 2000”, “quero som de guitarra”, só faltou alguém gritar “Toca Raul!”. É tudo muito frenético, e seu show é avaliado, se não agradar, vai ter de fazer de novo.

Após a conclusão de um show, recebemos uma avaliação de 1 a 5 estrelas, e isso é importante porque o jogador vai evoluir por meio dessa pontuação. Cada nível te dá moedas para gastar com customizações e para compra de músicas e instrumentos. Além disso, quando conseguimos determinado número de estrelas, também é possível ganhar itens para o personagem e estampas.

Fuser tem um gameplay extremamente divertido, criativo e cativante. Você realmente se sente criando músicas e este jogo acaba por ser uma das melhores surpresas dessa geração

EmgfHlmW4AAv4B8 1 1024x576 - Análise de Fuser

 

| Outros Modos de jogo

O modo de jogo explicado até aqui foi o Campanha, entretanto esse não é o único. O modo estilo livre permite você jogar sem precisar seguir ‘ordens’ de realizar alterações na sua música, já que no Campanha existem regras que precisam ser seguidas para conseguir passar para a próxima fase. Há uma variação deste modo com cooperativo.

Temos o modo Batalha, no qual é possível desafiar outros jogadores para uma batalhas de DJs, onde ambos jogadores terão barras de vida e quando acabar a vida de um, o outro ganha.

E para finalizar, temos o modo social, no qual é dado um desafio para toda a comunidade e você pode enviar seu mix para concorrer com outras pessoas do mundo. Atualmente o desafio é “Faça uma mixagem Synth Pop usando apenas baixo, bateria, sintetizador e vocais dos anos 80, 90 e 2020”. Quem ganha é escolhido por votação popular. Existem prêmios para ser um dos mixes mais votados, e também para quem participar votando.

 

| Problemas

O jogo tem alguns probleminhas de interface, que atrapalham a jogabilidade. Nesta tela abaixo, por exemplo, percebemos um probleminha meio chato de interface. Nesta tela podemos mudar o tom das músicas que vamos tocar, mas não fica claro onde é o Do, Ré, Mi, Fa, Sol, Lá. O ato de ter de passar o cursor para ver onde está cada um deles é demorado e o tempo que temos para fazer as tarefas não é pausado enquanto estamos aqui. Isso nos dá a sensação de que perdemos o ritmo do resto do jogo. É uma interface que pode funcionar bem na versão de computador, mas na de PS4 se torna mais chata de se mexer.

EmozVDgWEAgKNoz 1024x576 - Análise de Fuser

Outro problema é que Fuser é um jogo que já tem muitas DLCs, e elas não são baratas, mas a diversão se torna mais completa comprando-a, isso deve-se a quantidade grande de músicas que teremos acesso. Quando mais músicas, mais podemos fazer algo incrível e novas variações são adicionadas. Então, vejo como um problema que tantas músicas tenham ficado trancadas atrás de mais pagamentos.

 

| Inovação

Fuser criou um simulador de DJ e não existe nada próximo a isso no mercado ainda. Inclusive já faz muito tempo que não vemos jogos de destaque na parte musical. Além de criar algo completamente inovador, pode-se dizer que o jogo teve uma maestria muito grande para ensinar ao jogador como fazer música. O aprendizado feito de forma incremental esconde a complexidade do jogo, e quando nos deparamos com a liberdade de criação, as inúmeras formas de fazer um som diferente, percebe-se que realmente a sensação de se tornar um DJ acontece aqui, especialmente pelo jogo conseguir fazer com que todas as suas criações fiquem boas, independente das combinações que você fizer.

 

Resumindo
  • Jogabilidade
  • Inovação
  • Trilha Sonora
  • Arte
4.9

Conclusão

Fuser é muito melhor que jogos do tipo Guitar Hero, é um jogo que encanta pela liberdade dada para se criar suas próprias músicas, que pega algo complexo como o equipamento de DJ e te ensina de uma forma tão simples que você não quer parar de jogar, pois, o progresso é prazeroso demais. Fuser é o jogo que faltava para essa geração se tornar completa.

Comentários